Bom dia, Doutora! Sintomas da Depressão.


Era tudo que eu gostaria de ouvir de uma jovem de 22 anos, mas no consultório estava chegando um ser humano de cabeça baixa, cabelos despenteados, sem olhar nos meus olhos, com olhos lacrimejando, que tinha condicionado que só viria a consulta se sua mãe a acompanhasse, ela não conseguia falar, quando tentava, falava baixo e começava a chorar.

A mãe referia que ela era alegre, espontânea e comunicativa até há 3 meses, que faz faculdade de medicina, dormia bem, ia a academia , mas que após um rompimento amoroso, começou a ficar com insônia, sem vontade de se alimentar, muito desanimada, com dificuldade em frequentar a faculdade, se achando a mulher mais feia do mundo (o quê literalmente ela não era para as outras pessoas), parou de sair com os amigos e de ir a academia. Ela tinha começado a fazer psicoterapia há 2 semanas e sua terapeuta, sabiamente a encaminhou para um tratamento médico-psiquiátrico.

Este quadro infelizmente é muito comum e já aconteceu conosco ou com um de nossos entes queridos. Já passei por isto e dói muito. Pois a depressão muita vezes é ridicularizada. "Ah, isso é frescura", você tem tudo e por que tá triste, aposto que é para chamar a atenção. Você ta assim por que quer. Ou então dizer que ir ao psicólogo ou pior ainda ao psiquiatra é coisa de louco. Uma amiga muito querida também psiquiatra uma vez definhou com muita sabedoria, para alguns acompanhantes: a Psiquiatria trata as emoções.

Quanto mais tempo nos recusamos a enxergar a verdade e aceitar que estou doente, maior é o sofrimento. Hoje em dia temos medicamentos maravilhosos que com uma semana começam a fazer seu efeito e que na grande maioria dos casos nos fazem melhorar por completo em questão de 2 (dois) meses. Temos que lembrar que vários fatores são super importantes: O apoio dos parentes e dos amigos, fazer atividade física, não parar o tratamento.

Sempre converso com meus pacientes: Para construir qualquer coisa é muito demorado, mas para destruir é muito rápido. Comparo sempre à construção de um prédio, demora anos para ser construído, mas para demolir bastam alguns dias. Assim são com as medicações, o tratamento é bem sucedido com muita determinação, mas alguns dias sem tomar os medicamentos destroem todo o esforço de meses.

A paciente escolheu encarar o problema de frente, na outra consulta me entra no consultório uma mulher de cabeça erguida, sorrindo, de salto alto. Se sentindo a poderosa. Agora ela tinha condição de seguir com sua vida e enfrentar os problemas que vem na vida de todo mundo (infelizmente), de uma maneira muito mais serena. Agora ela era a autora de sua própria vida.

Como o He-Man: falava "Eu tenho A força".

#Jacareí #Psiquiatra #Psiquiatria #Eulalia #SãoJosédosCampos

Destaques
Recentes